02 novembro, 2008

naval 1 - 0 dizem que é o FCPORTO



"Até mete dó". A capa do jornal O Jogo seja a ser tão bonita quanto trágica. O rosto de Bruno Alves não está escondido por acaso, a imagem reflecte toda a vergonha que ele - e nós - sentimos. Caminha para os adeptos como que a pedir desculpa, não pelas três derrotas consecutivas que (ainda) não comprometem nada, mas pelo rumo que esta equipa pelos vistos quer tomar.

Foi bonito o seu gesto, um grito de revolta que eu acredito que sinta e ao mesmo tempo um pedido de apoio que eu quero acreditar que ainda vão ter. No entanto, não chega ficar a olhar para esta imagem. É preciso pensarmos bem no que se passa, mesmo que não haja tempo para isso. Kiev é já na quarta-feira e, afinal, porque é que o Porto está assim?

1. Na rua, diz-se que a entrada do Rodriguez fez surgir alguns ódios, uma vez que o uruguaio tem o maior ordenado da casa. Não sei se esta informação é correcta ou não, mas até acredito que seja. Faz-me é uma certa confusão que isto possa ser motivo para destabilizar uma estrutura tão sólida como é o meu clube. Digam-me sinceramente: os dois golos feitos que o Lisandro falhou ontem... ele estava mesmo a pensar "o Rodriguez ganha mais do que eu, vou falhar uma coisa que nunca falharia na vida"? Pensem bem: o Nuno quando mama um frango por jogo está mesmo a pensar "deixa-me enterrar a equipa para o presidente ver que tem de nos pagar mais"? Não me parece. Parece-me que o Lisandro está com azar e que o Nuno é um mau guarda-redes. Mas isso sou eu, admito que outras pessoas achem que o Lucho não está nada limitado fisicamente, está só ali a passear porque de repente se lembrou que podia estar a ganhar mais.

2. A facção portista MiguelSousaTavares+RuiMoreira fala de uma "política de contratações errada". Parece que agora os comentadores do Porto são obrigados a dizer mal do próprio clube e a mostrar que não gostam do Pinto da Costa. Só que depois vai-se a ver e são sócios há meia dúzia de anos. Bem, mas voltemos à "política de contratações errada" que essa facção nem merece o meu tempo.
Não acho que esteja nada errada. Há uma coisa que as pessoas têm de perceber: em dez jogadores que o Porto contrate, já é óptimo que um deles seja um Pepe, dois uns Bosingwas e dois qualquer coisa como uns Raul Meireles. Se os outros cinco forem Benitez, eu acho que compensa na mesma.
Mas isso sou eu, que em vez de dar relevo a tantos Benitez que já chegaram a este clube, também me lembro dos muitos Pepes que passaram por aqui. Sou meio maluca, tenho esta mania de não ter que dizer muito mal do meu clube para me deixarem falar na televisao.

3. Jesualdo Ferreira. Ando há mais de dois anos a defender o professor, porque apesar de ter consciência que não é um grande treinador, sempre estive convencida que não havia melhor por agora. Sei que é muito fácil dizê-lo neste momento e acreditem que espero mesmo estar enganada, mas começo a ter as minhas dúvidas se ele será mesmo melhor treinador do que, sei lá, eu.
Com Quaresma, dizia-se que Jesualdo era "obrigado" a jogar em 4-3-3, mesmo sem ter um verdadeiro ponta-de-lança (ainda que o Lisandro se tenha lembrado de tornar num na época passada), sem ter outro extremo de qualidade (ainda que o Tarik durante um tempo até tenha parecido um grande jogador), sem ter um número 10 (ainda que tivesse o melhor Lucho de sempre), mas tendo, por exemplo, um Paulo Assunção que lhe segurava o esquema . Sem Quaresma e sem Paulo Assunção, pensámos que estava tudo resolvido: passa-se para o 4-4-2, até porque contratámos jogadores para isso.
Só que, pelos vistos, só Jesualdo é que achou mesmo que o Tomás Costa e o Guarin, bem disfarçadinhos, podiam fazer de Paulo Assunção e só Jesualdo se convenceu que a qualidade do Rodriguez ia fazer dele um grande extremo também. Mas não é bem assim.
Não faz sentido que o Fernando tenha de ser titular porque é o mais parecido (será fisicamente???) com o Paulo Assunção. Não faz sentido que o Rodriguez esteja ali enfiado no canto esquerdo a desperdiçar-se. Não faz sentido que todos os jogos ele invente um novo extremo para a direita. Percebe isto professor??
Jesualdo anda a confundir-me. Quando o Hulk entra, eu já não percebo para onde é que ele vai, o que é suposto fazer e quem é que vai trocar de posição para repor as coisas.
E professor, acredite, se eu não percebo, duvido que o Hulk o faça.

É por estas e por outras que temos de parar um bocado para pensar. Enquanto isso, façam como eu e digam que gostam muito de hóquei e de fórmula 1 (ganhámos hoje, carago!!). Futebol são só 11 homens de cada lado a correr atrás de uma bola.

2 comentários:

Anónimo disse...

concordo com tudo alias ate te dou os parabens pelo texto, esta fantastico, muito bem escrito.
mas ja reparaste que segundo essa capa ate ganhamos um a zero e metemos do? xD
beijitos

Catarina disse...

Lol nem tinha reparado, belo pormenor :)