15 maio, 2006

setúbal 0 - FCPORTO 1

Não gosto do ambiente da Taça. Aquela euforia toda (mais pela bebida que pela bola), aqueles milhares de adeptos que parece que só existem para ir ao Jamor e a tal "festa da Taça" não me entusiasmam minimamente.
Fui ao Jamor porque bola é bola e porque, afinal de contas, estava um troféu em disputa. Depois de uma semana de Queima, acreditem que foi dos maiores sacrifícios que já fiz.

Começou mal a final da Taça. A falta de organização (que há dois anos me fez estacionar o carro ao lado de um rapaz dos NN...) é assustadora. Estivemos 2 horas parados, a meia dúzia de metros do estádio. Quando finalmente entrámos no recinto de estacionamento, um polícia pergunta: "é para estacionar?" (como se nós pensássemos em levar o carro para o relvado...) e diz "deviam ter vindo mais cedo"...

À entrada estivemos mais uns minutos debaixo daquele sol, à espera de uns senhores que demoravam eternidades a ver um bilhete, enquanto nos apertávamos uns aos outros. Sou só eu que acho ridículo que com tanto estádio que esteve no Euro a final da Taça continue a ser feita nestas condições?

Enfim, adiante. O jogo teve oportunidades, foi bem disputado e, apesar do setúbal ter jogado muito bem, pareceu-me novamente que mais cedo ou mais tarde aquilo estava ganho sem sofrimento.
Aos 40 minutos, Adriano marcou o único golo da partida após mais uma assistência da estrela dos sub21.
O árbitro não teve influência no resultado e os adeptos fizeram a tal "festa da Taça".
Não fosse mais uma demonstração de prepotência e incompetência da nossa polícia e tinha sido realmente uma festa. Eu disto nem vou falar porque já sabem a minha opinião e as imagens mostram tudo.

Incrivelmente, hoje pouco ouvi falar da Taça. Nada que não estivesse à espera depois de uma semana a falar-se de Koeman e Sá Pinto. Já sabemos como isto funciona. O que é certo é que ela já cá canta :)

1 comentário:

Eng. Pete disse...

Olá menina td bem :)? Apesar de não gostares de engenheiros não pude deixar de comentar o teu blog!!!realmente ja não bastava ter que sair umas horitas mais cedo da queima para no dia seguinte fazer uns longos kilometros de condução até ao campo de treinos da mouraria, ainda ter de gramar 2 horas a penar numa bicha po parque de estacionamento e ser insultado por mouros cheios de dor de coto que passavam com bandeiras e cachecois foi demais!!!Se não fosse o passeio em Belém a exibir a nossa camisola e os pasteis comprados, tinha sido uma manhã para esquecer! Só neste pais de merda e cheio de estadios de futebol é que se tem que fazer a final da taça num penico que mais parece o circo romano: podre e sem uma parte da bancada! Relembro que os mouros n poderam jogar lá para uefa tiveram que vir jogar cá ao Bessa.
Mas a tarde também nao começou melhor; mais bicha agora pa entrar no penico com 1001 apertos e gajos em tronco nú suados com o cheiro caracteristico a esforço e bafo a cerveja a roçarem-se em nós...nojento...mas lá consegui entrar sem levar com um sovaco na cara e sem que me vomitassem nas costas. Mas como era de esperar a tarde também se revelou produtiva e lá veio a dobradinha pa casa, mais 3 kilos de couratos pa ensebar as botas dos jogadores...como é que aquela gente consegue comer aquilo???sebo a derreter numa chapa meu deus:S mas pro ano lá estaremos outra vez porque a historia n muda...Isto ja vai longo agradeço a quem leu isto até ao fim e a ti Catarina por teres este blog...beijinhos e hei-de cá voltar : )