29 novembro, 2005

O cancro do futebol

É verdade que há muito lixo no futebol moderno. Muitos jogos de interesses, muito dinheiro e pouca bola. Mas, para mim, o grande cancro do futebol são mesmo os empresários.

Estes senhores caem de páraquedas no futebol. Enganam os jogadores, influenciam-nos negativamente, levam os mais fracos a porem o dinheiro à frente do clube e dos adeptos e ainda se aproveitam do sucesso que estes têm. Envenenam os clubes, os dirigentes e os adeptos, atiram as garras para os meios de comunicação social e acham-se o topo do futebol.
Detesto esta gente.

Não nego que possam haver excepções. Empresários que são mais amigos que interesseiros, que apoiam os jogadores nos maus momentos e essas coisas. Mas a grande maioria veste a mesma camisola.

A polémica da actualidade continua a ser o caso Liedson.
O seu empresário, Gilmar Veloz, veio dizer a público que vem a Portugal conversar com os dirigentes do sporting porque Paulo Bento quebrou, alegadamente, um acordo de silêncio nos problemas internos do clube.
Ora, em primeiro lugar, o Paulo Bento não disse nada de mais. Todos adivinhamos o que é que acontece quando o Liedson não é convocado.
Depois, que eu saiba o próprio empresário fez o mesmo que Paulo Bento: dizer aos microfones que há problemas. Não está a quebrar o acordo?
Por último, acho incrível a prepotência destes senhores. O homem parecia que estava a ameaçar o sporting de morte, como se ele pudesse mandar a baixo o estádio de alvalade ou coisa do género (hum.. afinal até começo a achar-lhe piada).

Bem, falando a sério.
Eu estou-me a cagar para o Liedson, está mais que provado que com ou sem empresário ele não é do sporting desde pequenino. Mas é vergonhoso para todos deixarmo-nos assistir passivamente à caminhada vitoriosa desta gente. Eles querem, podem e vão mandando. Estas coisas não se podem continuar a passar.

Porque o futebol são os adeptos, uma bola e 11 jogadores. E para isso não é preciso empresário nenhum.

3 comentários:

Lasanha disse...

Bem, agora que o Benfica perde o blog anda mais calmo... Que se passa?

Daniel disse...

Por isso é que tem mais piada jogar futebol no PC ou na Playstation. Não há empresários, dirigentes, adeptos exaltados, contestação à arbitragem, processos sumaríssimos, polémicas com seleccionadores... E quando o jogo começa a correr mal podemos sempre carregar no "reset" e começar de novo ;P

Novo Moreira disse...

catarina só nao concordo com a parte do futebol serem "adeptos, uma bola e 11 jogadores"... porque só 11 jogadores não fazem o futebol... convem que sejam 22, porque ao contrario do que muita gente pensa, o futebol é mais bonito quando duas equipas jogam...
Vim aqui em busca da cronica do classico, mas ela não está cá... fico a espera!