24 janeiro, 2006

benfica - sporting

Esta semana os olhos estão todos postos no dérbi da 2ª circular.
Com que 11 vão entrar as equipas em campo? Quem é o favorito? Qual o melhor treinador? Quais os jogadores que vão fazer a diferença? Prognósticos?
Ora bem, estas tretas sinceramente aborrecem-me um bocado. O jogo, por si só, não precisa de apresentações, de estatísticas ou da opinião das mil e uma personagens que os jornais vão rebuscar nestas alturas para virem dar a sua opinião isenta e imparcial.
Mas é óbvio que este é um jogo especial e que interessa a todos os adeptos de futebol.

A mim, como adepta, interessa-me porque é o maior dérbi do país e é sem dúvida um confronto emocional ao nível de muitos dos clássicos estrangeiros.
Como portista, interessa-me porque pelo menos um dos clubes vai perder pontos, porque pode ser que alguém se lesione, porque a emoção pode dar lugar a expulsões e depois não jogam na próxima jornada e porque normalmente acaba sempre por haver umas chapadas. Ah, e depois pode sempre haver um frango do Ricardinho ou um penalti falhado pelo Simãozinho. Também podemos assistir a uma grande roubalheira do árbitro e eu gosto de ver os ânimos exaltados em relação a isso quando não é comigo. Depois há ainda a hipótese de ver o Vieira e o Veiga a dar espectáculo nas conferências de imprensa ou os dirigentes do sporting com aquele discurso do coitadinho. É giro, pronto.

Além destes factos, um benfica-sporting é sempre interessante em termos de bancada. Veremos como se vão portar as claques dos dois lados.

Um dia, um entendido em matéria de dérbis mouros disse-me que ganhava sempre o clube que estava pior na altura. Ora, na minha opinião isenta e imparcial, o sportem parece-me estar bem pior... :)

2 comentários:

Adepto Fanático disse...

Isso de ganhar o pior, pela história, só se verifica em Alvalade :p

Catarina disse...

Na na, o entendido disse-me que era sempre e ele é que sabe :P