28 maio, 2008

Ricardo Carvalho ensina a lição: como chegar ao topo

A propósito de uma série de reportagens que têm passado na televisão - e que aproveito para criticar, pela pouca informação útil que veiculam e, sobretudo, pelo jornalista/apresentador/entertainer -, lembrei-me de recordar Ricardo Carvalho.

Lembro-me de ouvir falar num miúdo que estava emprestado, não pelas suas qualidades, mas precisamente porque era só mais um miúdo que estava emprestado. Leça, Setúbal, Alverca... 1997, 1999, 2001...

Lembro-me de um suplente com poucas oportunidades para se mostrar na equipa principal, onde andavam nomes como Jorge Costa e Jorge Andrade. 2002...

Lembro-me de um central seguro, eficaz e rejuvenescedor na equipa que venceu a Taça Uefa. 2003...

Lembro-me do melhor central da Europa. 2004...

Lembro-me do defesa-central mais caro, que passou a brilhar intensamente no melhor campeonato do mundo. 2005, 2006, 2007...

Vejo a mesma cara de miúdo, embora retocada com toques de maturidade. A mesma humildade, a mesma timidez, a mesma educação. O mesmo valor, a mesma genialidade, as mesmas qualidades.

Ricardo Carvalho é daqueles casos raríssimos no futebol em que eu sou capaz de dizer: este merece cada cêntimo que ganha.
Como merece que recorde a todos que é mesmo muito difícil respondermos à pergunta: quem é melhor do que Ricardo Carvalho? (Cannavaro não é e foi considerado o melhor do mundo)
Como merecia um reconhecimento bem maior por parte dos adeptos portugueses, dos media portugueses e do futebol português em geral.

Ricardo Carvalho não é muito falado, nunca é capa de jornal nem recebe medalhas. Talvez porque não tem as namoradas do Ronaldo, os brincos, colares, anéis e tatuagens do Quaresma ou porque não diz tantas vezes "eu" como o Simão.

Ou talvez a resposta esteja na pergunta: e se Ricardo Carvalho tivesse sido do benfica ou do sportem?

8 comentários:

Azuleiro disse...

hmm se fosse ja o tinham apelidado .. hmm.. o Eusebio da Defesa LOOOOOOOOOOOOL

Anónimo disse...

Se calhar é por continuar a falar do FC PORTO com tanto orgulho e respeito, como ainda agr no programa Os incriveis. É isso que mais deve custar a mta gente, que jogadores como Ricardo Carvalho e Deco estejam sempre a invocar o Porto como o caminho q os levou a ser alguem...

katarynah9 disse...

este é sim o melhor central do mundo :)

é com piada que se recorda a sua história, e é com grande orgulho que dizemos q ele cresceu cá.

mesmo que Portugal não lhe dê o devido valor, que não dá, já houve lá fora quem o veja como ele é: ENORME!

melhor jogador do ano para os adeptos do chelsea :) porque lá, na terra do futebol, ainda há consideração.

beijinhO. mais um post fantástico oh jornalista ;)

Ta_8 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ta_8 disse...

ELE É ENORME. Mais do que outros que se dizem grandes e que têm as costas largas.

Sempre o admirei e sempre foi um dos meus mais queridos. Continua e continuará a ser, porque para mim a personalidade de um jogador, o amor que tem por quem muito lhe deu, e ter a humildade como traço, para mim, ainda continua a valer muito neste mundo do futebol.

Adorei quando ele pos o filho a dizer os melhores clubes e ele a querer que ele dissesse "Porto" e o puto nao dizia! "E mais Rodrigo, e mais??"

Beijinhos azuis e brancos da Ta_8

1893 disse...

O deco é grande, o Ricardo é Enorme

Anónimo disse...

É só ver o número de vídeos dos programas dos jogadores da pinta no you tube, com o programa completo. Do Ricardo há um com 2 minutos... Não é preciso dizer mais nada!

Yakoo

Cláudia disse...

O meu jogador favorito, se tivesse que eleger um. Desde o primeiro jogo pelo FCPorto.

E eu não percebo nada de futebol...